Alô, Brasil! Você está sendo roubado!

09/01/2013 00:24

                                    

 

 Fiquei indignada hoje com a notícia no rádio que afirmava: "O Brasil tem o segundo serviço telefônico mais caro no mundo e o que mais apresente problemas, sendo suas soluções quase sempre ineficientes." Entendi direito, então? Pagamos muito para usarmos uma grande merda? (perdoem o termo pejorativo). Estamos sendo, mais uma vez, roubados e não fazemos nada!

 Primeiro que quem controla estes serviços é a Anatel ( Agência Nacional de Telecomunicações). A mesma Anatel que deve "promover o desenvolvimento das telecomunicações do País de modo a dotá-lo de uma moderna infraestrutura de telecomunicações, capaz de oferecer à sociedade serviços adequados, diversificados e a preços justos, em todo o território nacional" Okay! Não temos nada de "adequado", "diversificado", o preço que pagamos só é justo para encher o bolso dos políticos  e a cobertura não é a território nacional. Sabemos que nossas operados de celular não pegam nunca, nunca têm área e se têm, a ligação é ruim. 

 Enquanto que em países como o México, Estados Unidos e até mesmo a argentina, paga-se US$0.1 para cada acesso à internet por aparelhos portáteis como celulares, iPhones iPads e outros, aqui no Brasil pagamos quase o triplo por um serviço ruim e que se formos reclamar, ficaremos horas esperando e não resolveríamos o problema (os SACS das empresas brasileiras de telefonias celulares são os piores do País para resolver o(a) problema/reclamação do consumidor). 

 Então devemos recorrer a que? Volto a repetir, como venho fazendo em meu blog pessoal, devemos protestar. Devemos sair do conformismo, levantarmos as bundas gordas das cadeiras e dos sofás e exigirmos o que é nosso por direito. Parar de só assistir Vlogs de pessoas revoltadas com a situação (como eu) e darmos mais a nossa cara a tapa! Exigir que se vamos pagar a mais pelo serviço, que ele seja de qualidade. Porque temos que ter conciência de que lutar contra os impostos e juros no Brasil é quase em vão. 

 E, antes de tudo isso, devemos estudar mais a história do nosso País. Entender por quê de chegarmos até aqui do jeito que chegamos, pelo que passamos e até onde fomos no passado. Chega de falsos inconformados e totais acomodados! Isto nos afeta, sim. Porque mexe com o nosso bolso e com nosso dinheiro. Acorda, sociedade!